Capa

Brasileiro de Hipismo | Zilouet Mystic Rose, criação nacional do Haras Rosa Mystica, briga pelo título nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe

Representando El Salvador, país sede dos Jogos Centro-Americanos e do Caribe 2023, Juan Manuel Bolaños Barrios montando Zilouet Mystic Rose vem na vice-liderança rumo à final individual nessa quarta, 5/7.

04.07.2023  |  20.454 visualizações

O Haras Rosa Mystica, renomado criatório do cavalos Brasileiro de Hipismo (BH) no interior paulista, tem motivos de sobra para comemorar resultados em pistas internacionais. E, sem dúvida, Miss Blue Mystic Rose, filha de Chacco Blue em Magnolia Mystic Rose (Zirocco Blue VDL) nascida em 9/9/2013, está honrando a criação Haras Rosa Mystica e BHs, na sela de Yuri Mansur, integrando os Time Brasil ouro na Copa das Nações de La Baule, França e prata na Copa das Nações de St Gallen, Suíça, e semana passada, em 28/6, com o topo do pódio no prestigado GP Europa, a 1.60m, no CHIO Aachen, na Alemanha, meca do hipismo mundial.

Já essa semana nos XXIV Jogos Centro-Americanos e do Caribe em El Salvador a égua Zilouet Mystic Rose, criação e propriedade do Haras Mystica, vem na vice-liderança individual da competição sob sela de Juan Manuel Bolaños Barrios, radicado nos EUA e que defende o país anfitrião.

Na primeira qualificativa o domingo, 2/7, Juan Manuel e Zilouet Mystic Rose, filha de Balou du Rouet em Zonnebloem VDL (Chin Chin) nascida em 8/9/2013, emplacaram em 4º lugar na disputa direto ao cronômetro, a 1.45m, sem faltas, 68s97. A vitória foi da panamenha Victoria Heurtematte com Scarlett du Sart Z, pista limpa, 68s97, superando demais 25 conjuntos.

Na 2ª qualificativa e final por equipes, disputada em duas voltas, Juan Manuel e Zilouet Mystic Rose ficaram entre os quatro conjuntos que garantiram duplo zero e assumiram a vice-liderança da competição com apenas 1,02 pontos perdidos. Nessa terça, 4, acontece a segunda inspeção dos cavalos e a grande fina, na quarta-feira, 5/5.

El Salvador não conta com uma equipe e Juan Pablo é o único representante do país anfitrião e, de quebra, representa as cores do Haras Rosa Mystica e da criação brasileira. O México garantiu ouro por equipes, seguido pela Colômbia e Venezuela. São quatro os conjuntos com menos de uma falta na contagem individual.

Nilson Leite e família, titulares do Haras Rosa Mystica, mal chegaram de Aachen, partiram para ver a grande final, visando apoiar a Juan Pablo, parceiro do Haras Mystica, e, é claro, acompanhar Zilouet Mystic Rose, na briga pelo título nos Jogos Centro-Americanos e do Caribe.

Acompanhe a competição

Informações para imprensa: Carola May - 11 99715.9444 - carolacimay@gmail.com

 

Leia também...
30.10.2023

De acordo com a importância da criação nacional e mercado equestre brasileiro, a criação nacional vem se destacando em pistas internacionais. Haras Rosa Mystica conta com produtos no Pan-americano pela segunda edição consecutiva, ao lado dos Haras Loar e Montana.

17.08.2023

Amplo apoio e fomento ao esporte nos principais polos hípicos do país, além do sucesso em pistas da base até o mais alto rendimento mundial, produtos exclusivos com genética mundialmente comprovada, colocam o Haras Rosa Mystica em um patamar único.

06.07.2023

De quebra, Juan Pablo, que acumula vasta experiência em Jogos Centroamericanos e Caribe, Copa das Nações e Jogos Pan-americanos, e Zilouet Mystic Rose, égua BH criação e propriedade do Haras Rosa Mystica, garantiram vaga no Pan-americanos 2023 representando El Salvador.

17.04.2023

A conquista também é muito especial para a criação brasileira. Miss Blue Mystic Rose, que completa 10 anos em 9/9/2023, é filha de Chacco Blue em Magnolia Mystic Rose, criação do Haras Rosa Mystica e de propriedade de Thalita Gorri Olsen de Almeida. Yuri aposta alto na égua visando Paris 2024.