Capa

Pernambucano João Marcelo Santos, 17, bate feras na Copa Ouro nos 86 anos do CHSA

Evento estabelece novo recorde com 2.215 inscrições no maior clube hípico do país. Camila Benedicto, melhor amazona brasileira em Olimpíadas, está prestigiando a competição e disputa o Clássico e GP Bulova ao lado de nomes como José Reynoso, Cesar Almeida, que podem garantir o penta no GP.

04.09.2021  |  801 visualizações

Encerrando o quarto de dia de provas do Concurso de Salto em comemoração aos 86 anos do Clube Hípico de Santo Amaro (SP), o jovem talento pernambucano João Marcelo Monte Santos, de 17 anos, com Belina de Amoranda desbancou a forte concorrência na Copa Ouro, a 1.35m, na noite da sexta-feira, 3/9. Dos 88 anos conjuntos, 12 foram ao desempate. João Marcelo, fazendo jus à força do hipismo em Pernambuco, levou Belina de Amoranda, égua Brasileira de Hipismo (BH) de 11 anos, à vitoria com mais um percurso limpo, em 43s84, superando em quase cinco segundos a marca do segundo colocado.

Apresentando Curling II JMen, BH de apenas 7 anos, o paulista José Roberto Reynoso Fernandez Filho, mais premiado ginete atividade no país, foi vice, sem faltas, 48s71. Luciana Camargo, paranaense radicada em São Paulo, levou Troyana II JMen ao 3º posto, pista limpa 49s14. Todos os cavalos dos seis primeiros colocados são Brasileiros de Hipismo, apontando para força da criação nacional.

Outro fator que aponta para o crescimento do esporte no país são as 2.125 inscrições nas provas de 1 a 1.50m, além de filas nas principais Escolas de Equitação São Paulo, fenômeno que pode ser creditado ao fato do hipismo ser praticado ao livre em tempos da pandemia de Covid-19. O recorde de participação anterior foi em 2018 com 1848 conjuntos no Aniversário do maior clube hípico do país.

Nesse sábado, 4/9, as principais atrações são a prova show de equipes, aberta a 12 equipes formadas por amadores (cavaleiro e amazonas não profissionais), a partir das 14 horas, seguida pelo Clássico, a 1.45 metro. Já no domingo, 5/9, o GP Bulova, a 1.50m, encerra a competição com mais de 380 mil reais em jogo e seis relógios Bulova.

Melhor amazona brasileira na história dos Jogos Olímpicos, Camila Mazza Benedicto, 9ª colocada na Olimpíada 20008, está prestigiando a competição. Camila, 43, foi criada no CHSA, mora na Europa há 13 anos e já se divide entre o esporte do velho continente e Brasil há 25 anos. Camila vai disputar o Clássico montando Diamant SH, BH de 10 anos, com o qual foi vice a 1.40m em 2/3, e o GP Bulova, com Visa Versa, de criação holandesa de 12 anos. "Estar de volta ao CHSA é uma grande alegria e pude observar uma boa evolução técnica dos cavaleiros, além da excelência na armação de pista, obstáculos e piso. O presidente do clube Alexandre Leonor e diretora de salto Camila Messias estão de parabéns pelo evento. Agradeço muito o convite", destacou Camila, que estava há oito anos sem vir ao clube, onde também ministrou uma clínica no início da semana.

Dentre os campeões do GP de Aniversário, entre 2001 e 2020, estão a postos o cavaleiro olímpico José Roberto Reynoso Fernandez Filho, tetracampeão 2006/2013/2015/2016, o medalhista pan-americano Cesar Almeida, também tetra 2001/2004/2007/2012, o tricampeão o Artemus de Almeida 2011/2017/2018, além dos campeões de 2019 Guilherme Foroni e de 2020 Lucio Osorio, entre muitos outros. Também está a postos o olímpico Stephan Barcha que pode garantir seu primeiro título em um GP do CHSA.

Mini-GP

Campeão João Marcelo Monte Santos / Belina de Amoranda - 0/43s84
Vice José Roberto Reynoso Fernandez Filho / Curling II JMen - 0/48s71
3º Luciana de Almeida Camargo / Troyana JMen Botupharma - 0/49s14
4º Edison de Aguiar Coutinho / Talara JMen - 0/53s79
5º Rafael Ribeiro / Ludam do Liberte - 4/44s61
6º Thiago Lucas Leite de Noronha / Camaro JMen - 4/44s90

 

Resultados e transmissão ao Vivo

 

Informações para imprensa: Carola May - 11 99715 9499 

Leia também...
29.11.2021

Duas semanas de competição marcaram o 83º Aniversário da Sociedade Hípica Brasileira. Na 6ª feira, 26, Stephan Barcha e Chevaux Primavera venceram o GP World Cup Qualifier e nesse domingo, 28, bateram na trave no GP Troféu Marinho, que teve como vice-campeão o top José Roberto Reynoso Fernandez Fº.

28.11.2021

Disputa homenageou Rodolpho Luiz Figueira de Mello, sócio da Hípica e ex-presidente da Federação Equestre do Rio de Janeiro, falecido precocemente em 2020. Nesse domingo, 28, o GP Internacional Troféu Perpétuo Roberto Marinho, instituído em 1988, encerra a tradicional competição.

27.11.2021

A disputa foi válida como etapa seletiva para a Copa do Mundo. No domingo, 28, o GP Troféu Roberto Marinho encerra o 83º Aniversário da Hípica Brasileira, no Rio de Janeiro. Entre 1 e 4/12, o Top Riders, na Hípica Paulista, marca o encerramento da temporada internacional 2021.

23.11.2021

Evento também recebeu provas válidas pelo ranking da casa, a Final do Longines XTC com vitória na classificação geral do time Imperium, integrado por Doda Miranda, que também foi vice no Clássico. Essa semana, de 25 a 28/11, a 2ª semana fecha as comemorações com GP Troféu Roberto Marinho.