Capa

Rodolpho Riskalla é candidato a atleta da década na categoria "FEI contra todas as adversidades"

Cavaleiro de adestramento clássico desde os 8 anos, Rodolpho contraiu meningite bacteriana em 2015 e teve a parte inferior das duas pernas, mão direita e dedos da mão esquerda amputados. Menos de um ano depois estreava na Rio 2016 e dois anos mais tarde duas pratas no Mundial 2018.

14.11.2020  |  566 visualizações

O cavaleiro brasileiro Rodolpho Riskalla concorre a premiação da década (10 anos) Federação Equestre Hipismo na categoria "FEI Against all Odds" - "FEI contra todas as adversidades ”. Tradicionalmente, os ganhadores são escolhidos de acordo com suas conquistas do ano, mas especialmente em 2020, devido à pandemia da Covid-19, a FEI optou pela eleição dos melhores da década. A premiação é por voto popular e vai até 22 de novembro no site oficial da federação.

Rodolpho mora na França e conquistou a vaga para o Brasil no Grau IV para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, no ano que vem. Cavaleiro de adestramento clássico desde os 8 anos, Rodolpho contraiu meningite bacteriana em 2015 e teve a parte inferior das duas pernas, mão direita e dedos da mão esquerda amputados. Menos de um ano depois estreava na Rio 2016 e dois anos mais tarde nos Jogos Equestres Mundiais 2018, o cavaleiro conquistou duas medalhas de prata. Rodolpho compete não somente no Adestramento Paraquestre como também no Adestramento Clásssico.

Atenção é preciso votar em todas a categorias - FEI Best Athlete, FEI Best Groom, FEI Rising Star, FEI Against all Odds e FEI Solidarity - e ao final com todos as indicações selecionadas - submeter seu voto.


Vote aqui >>> https://www.fei.org/awards

 

Informações para imprensa : 11 9917 9499 Carola May

Leia também...
06.09.2021

Concurso em comemoração aos 86 anos do Clube Hípico de Santo Amaro, maior polo hípico do país, bateu recorde de 2125 inscrições. O campeão Totty Miranda foi vice-campeão em 2016 e Guilherme Foroni, vice-campeão em 2021, venceu em 2019 e foi vice em 2020. Atletas olímpicos da casa foram homenageados.

05.09.2021

Mais de 2,1 mil inscrições no Concurso de Aniversário do Clube Hípico de Santo Amaro (SP), maior polo do hipismo nacional, marca novo recorde de participação. Nesse domingo, 6, o GP Bulova, 1.50m, encerra a competição com cavaleiros olímpicos em pista.

04.09.2021

Evento estabelece novo recorde com 2.215 inscrições no maior clube hípico do país. Camila Benedicto, melhor amazona brasileira em Olimpíadas, está prestigiando a competição e disputa o Clássico e GP Bulova ao lado de nomes como José Reynoso, Cesar Almeida, que podem garantir o penta no GP.

03.09.2021

Raphael pode garantir sua 1ª vitória e José Reynoso e Cesar Almeida, o penta no GP que fecha o Concurso do Clube Hípico de Santo Amaro (SP), em 5/9. O evento com recorde de 2125 inscrições distribui R$ 380 mil. Camila Benedicto, melhor amazona brasileira em Olimpíadas, larga no Clássico e GP.