Capa

Concurso Completo de Equitação em Santo Amaro recebe olímpicos e revela novos talentos

Os olímpicos Marcio Appel, habilitado para Tóquio, Gustavo Pagoto e Jeferson Sgnaolin prestigiaram a competição em que o Pedro Maia, em sua 2ª participação, foi campeão 2*. Além de outros três eventos, o Clube Hípico de Santo Amaro planeja realizar um Sul-americano e seletiva pan-americana.

07.05.2021  |  654 visualizações

O Concurso Completo de Equitação – modalidade olímpica considerada um triatlo equestre com provas de Adestramento, Salto e Concurso Completo – voltou e veio mesmo para ficar no Clube Hípico de Santo Amaro, na zona sul da capital paulista. Após um hiato de mais de 20 anos, o Concurso Completo retornou em setembro de 2020 por ocasião das festividades dos 85 anos do clube, depois contou com etapa em dezembro e agora esse ano, em 1 e 2 de maio, recebeu a 1ª de quatro Etapas da Copa Santo Amaro da modalidade agendadas em 2021. A disputa também foi válida pelos rankings da Federação Paulista de Hipismo, Associação Brasileira de Hipismo Rural e Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo de Hipismo.

Com provas para todos os níveis e categorias, o evento também contou com participação de três cavaleiros olímpicos Marcio Appel, tecnicamente habilitado para Tóquio com uma de suas montarias que está na Inglaterra, Gustavo Pagoto, melhor brasileiro no cross-country na história dos Jogos em Sydney 2000, e o Coronel Jeferson Sgnaolin, integrante do Time Brasil nos Jogos Olímpicos 2008 na China.

Grande responsável pelo retorno do Concurso Completo na entidade, Leonardo Vani Fernandes, diretor da modalidade no clube e Federação Paulista de Hipismo, também está à frente da construção dos obstáculos. “Fizemos 19 obstáculos na minha fazenda e aqui no clube construímos e renovamos outros 12. Agora já vamos construir obstáculos para o nível 3*”, conta Leonardo. “Temos mais três concursos agendados em Santo Amaro: em julho com a Taça São Paulo, em setembro no Aniversário do Clube e em dezembro queremos receber o Paulistão, eventos também válidos pela Copa Santo Amaro.  Estamos pensando em trazer um Sul-americano e talvez também uma seletiva Pan-americana”, destaca Leonardo.  

Fato é que o clube foi palco do Cross Country no Pan-americano de São Paulo em 1963.  O cavaleiro olímpico Coronel Jeferson Sgnaolin elogiou a qualidade da estrutura em Santo Amaro. “Estive nas duas provas recentemente aqui no clube e já observei uma melhora muito grande na estrutura do percurso do cross que é a parte mais crítica do Concurso Completo principalmente na questão de piso, cuidado com os obstáculos, segurança. Tudo isso está cada vez melhor de forma muito expressiva e eu cumprimento o Léo que está realmente alavancando nossa modalidade no estado de São Paulo, o que é muito importante para o esporte.”

Gustavo Pagoto, também olímpico, comemorou a retomada da modalidade. “Se a gente tiver mais duas ou três pessoas como o Leo aqui no Brasil nosso esporte explode. Ficou tudo muito bom, o cross está perfeito, alias a estrutura do clube é muito boa. Mas o Léo deu um toque com chance de crescer para um nível bem bacana de competição,” disse Gustavo que montando Amazonian Dream do Feroleto até hoje é único brasileiro a zerar um cross dentro do tempo em Jogos Olímpicos, feito conquistado em Sydney 2020.

Dessa vez, Pagoto  só participou do adestramento e uma prova de salto a título de treino, classificando-se em 1º  lugar em ambos. “Estou empolgado e quero voltar a entrar na briga. Já participei de Sul-americano, Olimpíada e Pan por um problema ou outro nunca fui. Mas participar de um Pan é um objetivo muito bacana”, disse o cavaleiro de Pirassununga e fez um convite. “ Venham para o mundo do Concurso Completo, a gente que adora cavalo, acabamos virando cavaleiros super versáteis participar de qualquer tipo de evento. Vocês vão gostar com certeza.”

Cavaleiros consagrados e novas feras no placar

Mas além da participação de integrantes da tropa de elite da modalidade, a boa nova é a adesão de cavaleiros da modalidade salto e que já contabilizam importantes conquistas. Destaque para o jovem cavaleiro da casa Pedro Maia, que estreou modalidade em 2020 e montando El Guapo, um puro sangue inglês de apenas 6 anos,  foi o grande vencedor da série 2 estrelas e ainda, com Jatobá LMZ, garantiu o vice na série 0.75m.

“Os dois cavalos foram muito bem. O Guapo eu já conheço há um bom tempo, trabalho ele quase que diariamente junto com o Leo, proprietário dele, e o Vinícius Miranda faz a parte do adestramento. Foi a nossa primeira prova nível 2 estrela. Fiquei muito contente com o desempenho dele: é um cavalo muito corajoso e seu ponto forte é o cross. Já o Jatobá eu só vim a montar na semana do concurso. Ele é muito bacana, tem 7 anos e essa foi a primeira experiência dele no concurso completo. Fiquei surpreso com a facilidade dele durante a prova.”, contou Pedro, 24, brasiliense e sócio do CHSA há oito anos.

Já Marcio Appel  fez uma belíssima atuação na série 0.90m com sua nova montaria Nektar, de 6 anos,  garantindo o topo do pódio. “Ela é baixinha, mas tem muita qualidade”, conta Marcio, que está entre os quatro cavaleiros habilitados para os Jogos Olímpicos com seu cavalo Iberon JMen,  atualmente treinando e aguardando a chegada do cavaleiro na Inglaterra. 

Outro ponto alto foi a estreia dos jovens talentos e irmãos Kaiky Babbe Gandolfi, 14 anos, e Kaie, 6. Kaiky montando Quite Cola, dupla premiada no Salto, foi 4º na categoria Jovem Cavaleiro. Já Kaie com seu pônei Brigadeiro, que recém estreou no Salto, também fez bonito em sua estréia na categoria mini mirim no Concurso Completo.

Entre os destaques de outras entidades estão o jovem talento Rafael Martins com Carano da Essencia, 1º colocado Mirim, Daniel Izu com Erótica 1º na série Master, Tenente PM Reis com  IZ Exemplo, 1º série 1*, e Cel Jeferson Sgnaolin montando Alcapone do Rincão, 2º Amador Top e vencedor Cavalos Novos 5 anos, e ainda o Cap PM Silva Gouveia com George MCJ, vencedor série 3 estrelas e Cavalos Novos 7 anos.

“Fico muito feliz em ver crianças, jovens, amadores e veteranos participando ao lado de cavaleiros olímpicos que acabam sendo um espelho especialmente para nova geração”, destacou o anfitrião Leonardo, bicampeão brasileiro amador top 2018/2019 no Concurso Completo e que dessa vez atuou na armação dos percursos ao lado Claudio Durante.

 

Resultado completo - clique aqui

 

Série 2 estrelas - 2 conjuntos
1º Pedro Maia / El Guapo -40,2 pontos perdidos (pp)

1 estrela - 5 conjuntos
1º Tenente PM Reis / Iz Exemplo -39 pp
2º Cel Jeferson Sgnaolin / Alcapone do Rincão -46,2 pp
3º Feres Jorgre Junior / Porsche -69,8 pp
4º Rodrigo Lopes Bragança / Valência das Cataratas -79,3pp  

Série 3 estrelas - 2 conjuntos
1º Cap PM Silva Gouveia / George MCJ

Série 0.90 metro - 11 conjuntos

1º Marcio Appel / Nektar -25,5 pp
2º Rafael Martins / Carano da Essencia -26,6pp
3º Lais Robattini / Picasso -28,4 pp
4º Valentina Ambrosio Fernandes / Euler do Guega -35,9 pp
5º Daniel Izu / Erótica -37,00
6º Silvano Bento de Souza / Zaluar -37,9 pp

Série 0.75 metro - 6 conjuntos

1º Sayumi Gallo Izu / Erótica -32,7 pp
2º Pedro Maia / Jatobá LMX -34,6 pp
3º 1º Tenente PM Talita / IZ Ohana -42,5 pp
4º Kaiky Gandolfi / Quite Cola -45,1 pp
5º Cap PM Silva Gouveia / IZ Orquidea -49,4 pp
6º 1º Tenente PM Talita / Aquile do Rincão -71,0pp

Série 0.50 metro - 2 conjuntos

1º Bruno de Lucca / Jhon Jhon JR -38,1 pp
2º Kaie Gandolfi / Brigadeiro -128,8 pp

Categoria Master - 4 conjuntos

1º Daniel Izu / Erótica -37,0 pp
2º Silvano Bento de Souza / Zaluar -37,9 pp
3º Ricardo Martins / La Belle -58,2 pp
4º Aquilino Limongi / Palm Cat P.E -95,9 pp

Categoria Avançados - 2 conjuntos

1º Rafael Martins / Carano da Essencia -26,6 pp
2º 2º SGT PM Wellington / America -51,4 pp

Campeonato Cavalos Novos BH 

Cavalos Novos 7 anos
1º Cap Rafael Silva Gouveia / George MCJ -57,6 pp 

Cavalos Novos 5 anos
1º Cel Jeferson Sgnaolin Moreira / Alcapone do Rincão -42,2 pp

Cavalos Novos 4 anos
1º 1º Ten PM Talita / IX Ohana -57,5pp
2º Cap PM Silva Gouveia / IZ Orquidea -64,4 pp

 

Informações para Imprensa: Carola May - 11 99715 9499

www.chsa.com.br

 

Leia também...
30.05.2021

Sucessivos recordes de participação no maior ranking interclubes do país, que está em sua 23ª edição no Clube Hípico de Santo Amaro, é um dos termômetros do crescimento do hipismo durante a pandemia. Com provas para todos níveis e categorias, a Copa é restrita aos participantes e sócios do clube.

24.04.2021

Com único duplo zero no GP, 1.40/1.60m, o pentacampeão brasileiro Zé Roberto e Azrael W largaram com força total na temporada 2021. Top paranaense Giovana Sobania e Atomo Clasi, um lusitano de 18 anos, faturaram Copa Ouro com larga margem.

22.02.2021

1ª Etapa da Copa Santo Amaro de Salto 2021, maior ranking interclubes do país no Clube Hípico de Santo Amaro (SP), registra recorde de participação com mais de 1,1 mil inscrições em provas para todas as idades e níveis. Hipismo vem crescendo durante a pandemia.

13.02.2021

Lucio, um dos principais cavaleiros no país, foi o único a garantir duplo zero em disputa que teve 10 cavalos de criação nacional entre um total 12 na 2ª volta. Competição que chegou a sua 33ª edição no Clube Hípico de Santo Amaro termina nesse domingo, 14/2.