Capa

ERRATA | José Reynoso fatura GP Internacional em Curitiba e Giovanna Sobania, a Copa Ouro

Com único duplo zero no GP, 1.40/1.60m, o pentacampeão brasileiro Zé Roberto e Azrael W largaram com força total na temporada 2021. Top paranaense Giovana Sobania e Atomo Clasi, um lusitano de 18 anos, faturaram Copa Ouro com larga margem.

24.04.2021  |  601 visualizações

O primeiro evento com chamada internacional do ano no Brasil, o CSI-W de Curitiba, na Sociedade Hípica Paranaense terminou na sexta-feira, 23/4, com vitória de José Roberto Reynoso Fernandez Filho. O cavaleiro paulista Zé Roberto, pentacampeão brasileiro senior top 2020/2019/2018/2016/2015, montando Azrael W venceu o GP, a 1.40/1.60m, disputado em duas voltas com único duplo zero em 62s41 na 2ª volta. A dupla já havia garantido o 1º posto na qualificativa do GP em 21/4.

Ao todo 17 conjuntos estiveram em pista no GP com armação da course-designer internacional Marina Azevedo. Sagrou-se vice-campeão o cavaleiro de Brasíla Rafael Rodrigues dos Santos montando Caramel JMen que registrou seis pontos perdidos (pp) na 1ª volta e zerou a 2ª em 71s45.

Sem faltas na 2ª volta, em 65s46, e 9 pp trazidos da 1ª volta. Luiz Felipe Pimenta Alves, também radicado em Brasília, com Hour Blue Método, garantiu o 3º posto. A disputa com armação da course-designer internacional Marina Azevedo distribuiu R$ 100 mil em premiação.

Na noite da quinta-feira, 21/4, 66 conjuntos disputaram a sempre concorrida Copa Ouro, a 1.35m, que contou com dez conjuntos no desempate. Fato é que a paranaense Giovanna Sobania montando Atomo Clasi, um lusitano em plena forma aos 18 anos e meio, novamente fez jus a condição dupla voadora contabilizando mais uma de suas inúmeras vitórias com percurso limpo na imbatível marca de 33s97.

Em 2º lugar chegou Pedro Paulo Cordeiro, amazonense radicado em São Paulo, com Shy Boy, pista limpa, 36s21. Luciana Camargo, paranaense que também treina em São Paulo, garantiu o 3º posto, montando Tindara JMen, sem faltas, 37s98.

Agenda - No domingo, 25/4, o Clássico, a 1.45m, encerra a competição a partir das 14h30. O evento acontece sem público e com rígidos protocolos sanitários de prevenção à Covid 19.

 

Informações: 11 99715 9499 - Carola May

Leia também...
30.05.2021

Sucessivos recordes de participação no maior ranking interclubes do país, que está em sua 23ª edição no Clube Hípico de Santo Amaro, é um dos termômetros do crescimento do hipismo durante a pandemia. Com provas para todos níveis e categorias, a Copa é restrita aos participantes e sócios do clube.

07.05.2021

Os olímpicos Marcio Appel, habilitado para Tóquio, Gustavo Pagoto e Jeferson Sgnaolin prestigiaram a competição em que o Pedro Maia, em sua 2ª participação, foi campeão 2*. Além de outros três eventos, o Clube Hípico de Santo Amaro planeja realizar um Sul-americano e seletiva pan-americana.

22.02.2021

1ª Etapa da Copa Santo Amaro de Salto 2021, maior ranking interclubes do país no Clube Hípico de Santo Amaro (SP), registra recorde de participação com mais de 1,1 mil inscrições em provas para todas as idades e níveis. Hipismo vem crescendo durante a pandemia.

13.02.2021

Lucio, um dos principais cavaleiros no país, foi o único a garantir duplo zero em disputa que teve 10 cavalos de criação nacional entre um total 12 na 2ª volta. Competição que chegou a sua 33ª edição no Clube Hípico de Santo Amaro termina nesse domingo, 14/2.