Capa

O Atleta e o Executivo | Uma história real sobre as lições do esporte e do mundo corporativo

Em uma trajetória ímpar, o empresário e cavaleiro amador Marcio Appel, que competia como cavaleiro amador, assistindo aos Jogos Olímpicos 2012, então com 33 anos, decidiu realizar seu sonho olímpico. Deu certo: disputou a Rio 2016 e agora está na corrida por uma vaga na Olimpíada de Tóquio.

29.06.2020  |  774 visualizações

Apenas em 2012, assistindo às Olimpíadas de Londres, o empresário e cavaleiro amador Marcio Appel, hoje com 41 anos, decidiu realizar seu sonho de infância: disputar uma Olimpíada e deu certo. Quatro anos mais tarde, na Rio 2016, Marcio fez sua estreia em Jogos Olímpicos disputando a modalidade Concurso Completo de Equitação (CCE), considerada um triatlo equestre reunindo as modalidades Adestramento, Cross Country e Salto, garantindo o 7º posto por equipes. Marcio, que antes praticava somente o Salto, também integrou o Time Brasil de CCE no Pan Lima 2019 e está entre candidatos para formar equipe nos Jogos Olímpicos de Tóquio, postergados para o ano que vem.

"Até os 30 anos eu levava uma ainda estava abaixo da expectativa se comparada a uma trajetória cheia de sonhos e conquistas que sempre almejei. Apesar de sonhador, estava ciente das minhas limitações e prestes a aceitar e me acomodar. Entretanto, em 2009, minha mãe Ines Appel insistiu para eu iniciar um trabalho físico e mental com Renato Cobra, que aplica o método de Nuno Cobra, que já ajudou a formar diversos campeões no esporte, entre eles, meu maior ídolo Ayrton Senna. Relutei um pouco mas passei a treinar regularmente e aprender como funcionam as mentes de grandes campeões. Pode parecer um pouco chavão, mas é preciso reconhecer que as pessoas realizadoras possuem uma forma de pensar diferenciada", discorre Marcio, em seu livro.

Em 2012, aos 33 anos, em casa assistindo às Olimpíadas de Londres, ao lado de sua esposa grávida do segundo filho, teve a "ideia maluca" de realizar seu grande sonho: disputar uma Olimpíada e no Concurso Completo de Equitação (adestramento, salto e cross country), modalidade que até então nunca havia praticado.Desde então, Marcio não parou mais: com muita disciplina, treinamento, estudo, leitura e gestão de tempo chegou lá. Marcio havia prometido a si mesmo que caso conseguisse disputar os Jogos Olímpicos 2026 no Rio de Janeiro escreveria um livro lançado oficialmente na última quinta-feira, 25/6/2020.

"Existem alguns dias que marcam a nossa vida para sempre. No meu caso cito, por exemplo, o dia que passei no vestibular, o dia do meu casamento, o nascimento de meus dois filhos e o dia que competi nas Olimpíadas. Posso afirmar que hoje também vai ficar marcado pra sempre, o dia que estou lançando o meu primeiro livro! Foi um projeto enorme, que demandou três anos de dedicação e mais 1000 horas de trabalho. Tudo isso para conseguir resumir em 192 páginas as principais lições que aprendi no esporte e no mundo corporativo. Hoje, além de estar cumprindo uma promessa, sinto que ganhei a missão de compartilhar esses conhecimentos e quem sabe inspirar outras pessoas na realização de seus sonhos e objetivos na vida!

O "Atleta e o Executivo" revela com detalhes não somente as principais lições do esporte e do mundo corporativo mas importantes dicas e metodologias para motivar qualquer pessoa a atingir seus sonhos na carreira, no esporte ou na vida. "O livro surgiu com a missão de ajudar as pessoas que queiram alcançar a alta performance, resultados em diversos campos da vida, seja um profissional liberal, um empreendedor, esportista amador ou profissional, em qualquer campo. Reuni a minha experiencia e aprendizado com os maiores mentores do mundo corporativo e esportivo, apontando como ter resultados melhores e através da prática disciplinada alcançar seus grandes objetivos", finaliza Marcio. 


Site oficial e Vendas - O Atleta e o Executivo >>> https://oatletaeoexecutivo.com.br/

 

 

Informações Brasil Hipismo whatsapp: 11 96614.6979  

 

Leia também...
30.09.2020

Com participação de tops da modalidade, amadores e iniciantes, após mais de 30 anos, o Clube Hípico de Santo Amaro que foi palco do Concurso Completo no Pan São Paulo 1963 retomou a modalidade olímpica que agora veio para ficar. Bem sucedida no Salto Andrea Muniz estreou com vice na série 1*.

23.09.2020

Clube Hípico de Santo Amaro, maior e mais premiada entidade do hipismo brasileiro, volta a sediar um Concurso Completo de Equitação, considerado um triatlo equestre. No Pan 1963, o CHSA foi palco da modalidade olímpica. Elite do esporte em atividade no país marca presença.

04.09.2020

GP Clube Hípico de Santo Amaro, a 1.55m, válido pelo ranking brasileior senior top, acontece nesse sábado, 7/9. Luiz Felipe Pimenta Alves faturou a qualificativa do GP. O evento fechado ao público segue até 2ª feira, 7/9, com 40 provas.

03.09.2020

"Filha de Action Blue e com todas as qualidades físicas e morfológicas, a Dallas Mystic Rose de 8 meses é um produto top em qualquer criação bem como tem enorme potencial no esporte", explica Nilson Leite, titular do Haras Rosa Mystica, que dá todo apoio pós -venda a seus clientes. Vale conferir!